julho 09, 2010

io-io

antes o que era ternura
depois que foste
saudade

o buraco que deixaste não fora preenchido
e nem pode
tem sua forma e tamanho

só me cabe agora
esperar que volte
para caber
em mim

mim

se olhava, de dentro de si
olhava-se
pra dentro de si
esquecendo
de olhar-se
para consigo.

boa saudade

se a saudade
não doesse
tanto
eu seria
até
capaz de dizer
que ela é
boa

junho 07, 2010

me tirem tudo

me tirem tudo...
as roupas, comida
me tirem minha casa
mas não tirem meu amor

eu disse, que me tirem tudo!
arranquem meus membros, meus órgãos
que me tirem a vida!
mas não me tirem meu amor

sem ele, nada disso teria valor
por favor
não me tirem
o meu amor!

maio 17, 2010

Eu poderia viver de arte...

A música vai tocar, vai sim.
Você vai ver, que a sinfonia nunca para
e a tuba do serafim continua com um gato dentro e a velhinha da praça ainda pede "vitrola"...
A Orquestra não é mais do Maestro e sim da Bailarina e do Marinheiro, mas a música vai tocar, vai ser hit parade, 'a melhor banda dos ultimos tempos na ultima semana'
É rock 'n'roll puro com um toque de bossa nova, 'a procura da batida perfeita com o samba de raiz onde eu me inspiro'...
A música nunca para, por mais que tenha um 'Sad old red', sempre teremos um 'voulez vous coucher avec moi?', e 'strangers in the night' 'singing in the rain', até porque pra cantar debaixo de chuva durante a noite, só sendo muito estranho mesmo!
Um dia 'eu vou virar indio' mesmo e não terei ideia do que serão 'segredos de liquificador'
Não vou pegar ninguém na escola e ninguém vai me dar água na boca
Porque a chuva chove sem parar, mas eu não vou fazer prece nenhuma
Ele até pode vir todo de branco, mas ta chovendo e a idéia não é boa.
'Quem me dera ser um peixe', pena que eu não ia querer mergulhar em um límpido aquário...
Mas de qualquer maneira, 'como pode um peixe vivo viver fora da água fria?'
'Não é fácil não pensar em você', mas não é fácil não pensar em um monte de coisas...
Eu não tomo guaraná, não gosto de suco de caju... mas a goiabada aceito com queijo minas para a sobremesa
Chocolate é sim gostoso de comer e gostoso de beber, meu predileto é o branco
Flores de plástico não morrem, mas também não perfumam
Se o essencial é invisivel aos olhos, os cegos não tem perdido muita coisa
E sem dúvida em alguns momentos era melhor ser surdo.
Não rasgue minhas cartas não, deu um trabalho danado escrevê-las.
E pelo amor de Deus, alguém avisa o cupido que eu realmente preciso que ele me deixe em paz!
Por mais que o beijo tenha feito splish splash, não houve tapa depois então ninguém me olhou com olhos de condenação!
No escurinho do cinema eu dispenso os drops de anis, não sou muito fã de balas
E não tem problema você não admitir que me adora e que me acha foda, mesmo porque eu acho essa rima horrivel!
E por mais que você seja ' the only exception', eu posso abrir uma excessão de você.
O tribunal pode entrar em recesso, e eu com certeza vou soprar as velas pedindo pra que você passe um dia sem mentir, pra ver se você consegue falar a verdade.
Eu poderia viver de arte, se a arte não vivesse as minhas custas.

tanto

tanto fez
que nada concluiu

tanto quis
que nada possuiu

tanto procurou
que nada encontrou

tanto buscou
que nada conseguiu

de tanto chegar
logo partiu

O amor vence todas as coisas

E a ignorância também.

Red

Deveria eu
de fantasia ser,
quando a realidade diz
que com nariz vermelho
eu deveria viver
?

maio 14, 2010

fatalidades não são fatais
são apenas fatos atuais
que quando não pensados
com certa antecedencia
acabam virando um peso
na consciencia

maio 03, 2010

Arco íris

o meu arco íris eu inventei
com todas as cores
que um dia te dei

e se antes era por você que eu escolhia
hoje vou um pouco além

o meu arco íris eu inventei
ele pode até não ser tão colorido
mas é meu, e de mais ninguém

e se antes era por você que eu vivia
hoje vou um pouco além

Porque nem de tão doce é o viver
e nem de tão amargo é o sofrer
não importa as cores que eu tinha
importa o arco íris que agora eu vou ter

abril 21, 2010

once

once upon a time,
once for all
i'll take what is mine
and you , please take what is yours

you can leave whats left of my heart
for me to mend
and i'll leave the rest of your lies
for you to remain

that somethings you just can't do
and some people you just can't trust
do what you have to,
whatever you must.

abril 20, 2010

by

day by day
thats what they say
night by night
sight by sight
never reveling
what is that feeling
that comes from inside.

março 24, 2010

Léo.

Sua presença é notável

Pelo movimento dos cabelos,

O gesticular e brincar com as palavras

Todos sabem quem ela é


Seu andar é diferente

Seu sorriso encanta

Seu olhar espanta

Todas querem ser como ela é

Sua voz seduz

Sua boca conduz

e todas tentam ser como ela é

Mas não adianta

tentar tanto em vão

não há nada igual

a uma mulher de leão.

março 18, 2010

Desabafo

lidar com toda a carga emocional do outro
e mesmo assim manter-se pensante.


Quem pensou que ser psicólogo era fácil, com certeza nunca tentou ser um.

março 11, 2010

Nervos

- Pois é, resolvi agora que vivo com os nervos à flor da pele
- Pois é menina, percebi... mas o que tá acontecendo?
- Pior de tudo, nada!
- Como pior de tudo, isso não é bom?
- Seria ótimo, se nada não me incomodasse tanto.

É uma questão de fazer questão.

E a questão é:
se não faz questão, não há questão.

março 08, 2010

Às Mulheres

Tá bom, todo mundo fala de mulheres no dia 8.
Mas eu não quis fazer diferente, afinal, quem gosta mais de atenção do que nós?
Eles nunca vão saber como é complicado ser mulher...Nunca!
Merecíamos uma semana de paparicos por ano, não só um dia!
Sofremos alterações hormonais insuportáveis que nos irritam, nos fazem sofrer e chorar...
Sim, chorar!
E como choramos!!!
Não temos freios nos olhos, e choramos por tudo... de felicidade, de raiva, de tristeza, de emoção.
Choramos em igual intensidade no filme romântico, e na despedida de um amor, e se o filme for bom mesmo talvez nós choremos mais!
Sentimos fundo na alma, nos doemos por dentro, por tudo.
Vocês imaginam que somos fortes, bem resolvidas, seguras de nós mesmas...
PIADA!
No fundo somos todas iguais: Casca grossa e miolo mole.
É da nossa natureza, somos inevitavelmente mais emoção do que razão.
Seguimos o nosso coração em tudo, não importa se as hipóteses vão todas contra, basta o sentimento a favor e pronto... se quebrarmos a cara somos gratas por termos feito o melhor, o nosso melhor, e o melhor pra nós mesmas.
Somos mães, dos nossos amigos, dos nossos irmãos, dos nossos filhos e de qualquer pessoa que precise d eum pouco mais de cuidado.
Somos esposas, amantes, noivas, namoradas, casos...somos apaixonadas.
Somos cozinheiras, advogadas, administradoras, psicológas, pedagogas, esteticistas, manicures e cabelereiras... além da carreira profissional propriamente dita.
Somos multi, um monte, milhares...e uma só.
Cada uma na sua singularidade, com seu charme e sua beleza.
Somos todas, MULHERES.

Parabéns pelo nosso dia, embora saibamos a importância de sermos o que somos todos os dias, é importante que o mundo se lembre disso uma vez ao ano!

fevereiro 11, 2010

Cara ou Coroa?

Mas que saco!
Por que ele insiste em ser bipolar?
Sabe lá Deus o que se passa na cebeça desse garoto...
Ora me ama, ora não me quer por perto
Ora sou valiosa, ora nem pintada de ouro
Mas que saco!
Por que ele insiste em não saber me amar?
Sabe lá Deus o que se passa no coração desse garoto...
Ora me destrata, ora bem me quer
Ora me acaricia, ora me ignora
Mas que saco!
Por que ele insiste em não saber me ter?
Ora tem medo, ora tenta me perder

Mas que saco!
Por que eu insisto em te querer?

fevereiro 10, 2010

Melhor parte de mim

A Melhor parte de mim~
não pode ser fotografada
não pode ser medida
nem mesmo observada

A melhor parte de mim
se esconde no fundo
no mundo

A melhor parte de mim
não me pertence

A mellhor parte de mim,
é você.

Por isso escrevo.

Escrevo sobre tudo e todos
Sobre o que vejo, o que sinto
O que tenho e o que gostaria de ter

Escrevo minhas preces, minhas angústias
Pelo simples prazer de esvaziar o peito
e encher a mente

Escrevo pra tornar minha fantasia palpável
E minha realidade lúdica

Tranformar o dia a dia
em poesia
Por isso escrevo

fevereiro 09, 2010

Traduzir-se em palavras

Traduzir-se em palavras não é algo fácil de se fazer
Se tivesse que ser apenas uma, você seria o que?
Uma ave ou algum outro animal?
Seria terreno, ou um ser celestial?
Seria você a fé, de santo ou Orixá?
Ou seria um conto de fadas,
ou quem sabe até o Mar?
Uma folha de papel em branco,
Ou um quadro em exposição?
seria a chama da vela, ou a explosão de um vulcão?
Seria você a musica, ou o silêncio?
Seria você uma toalha ou um lenço?
Um garfo ou uma colher,
Seria homem ou mulher?
Se fosse apenas uma palavra, o que você seria?

Eu seria Bárbara.

fevereiro 08, 2010

Brincando de Deus

"Aqui, aquele ali não presta
Esse é boa agente
Aquela lá engana o marido
Esse vai ser terrível quando crescer"


E até quando vamos brincar de Deus e julgar as pessoas pelos seus atos, não nos importando com os seus sentimentos?
Até quando vamos apontar o dedo, e colocar o outro sob o júri, pra tirar os nossos defeitos da frente?
Vamos continuar colocando a culpa no outro ao invés de apenas pedir perdão?
E qual é a grande dificuldade de dizer a verdade? De assumir a responsabilidade?
Até quando vamos fazer o outro sofrer por medo de nós mesmos?
Ele não tem culpa, Eu não tenho culpa
Você não tem culpa, Ela não tem culpa
E o que aconteceu?
O que sempre acontece, A VIDA
Cabe a você fazer o que tem que ser feito e não deixar que ele(a) vire as costas e se vá.
O amor é tão raro...não deixem que o orgulho o impeça de acontecer.

fevereiro 04, 2010

Champagne no ano novo
Significa Sorte
e contra o mau olhado
a pimenta tem que ser forte

Contra a gripe
Mel e limão
E vodka
pras dores do coração

Vassoura virada atrás da porta
Expulsa a visita indesejada
E se alguém varrer o pé
A gente acaba que não casa

Pra insônia
leite quente
Pra cabelo liso
Permanente

Conjuntivite
Pega só da gente olhar
E pra lavar a alma
um belo banho de mar

Alho
Contra vampiro
Clara em neve com açucar
Assada, vira suspiro

[...]

Presente

Seja o que for
O que a vida quiser me dar
Aceito de bom grado

Seja um dia de chuva
ou um dia de sol
Um amor tranquilo
Ou um torrencial

Aceito de bom grado
O que a vida quiser me dar
Seja o que for

fevereiro 03, 2010

Suicidio da alegria

Palhaço,
que gosta de ver o circo pegar fogo
Acaba,
Morrendo queimado.

Decisão

O Rosto arde e queima
o suor escorre da nuca até as costas
sorrindo e dançando, o momento é agora

As palavras brigam, uma quer sair antes da outra
E causam aquele embrulho no estômago
Ja que a garganta não as deixa escapar

O ar fica cada vez mais raro
Fazendo com que o pulmão se esforce um pouco mais
E mais rápido

O coração reclama no peito
E sua reclamação ecoa nos ouvidos e membros
Quase um sambódromo no cérebro

A perna estremece
A mão sua, e as palavras continuam brigando
FAzendo um bolo quase que real pronto pra sair

E quando possivel ele sai
Resumidamente, e na maioria das vezes assim:
" Já chega"

Oração

Meu Deus eu peço
que o amor que deres
seja o maior do mundo

Que seja real e sincero
Despretencioso

Que aconteça com a suavidade de uma brisa
e que seja intenso como um vulcão

Meu Deus eu suplico
que o amor que me deres
seja maior que eu

Pra que ele não caiba dentro de mim
e pra que eu não caiba dentro do mundo

fevereiro 02, 2010

Já faz um tempo, e chego a conclusão que talvez tenha sido o único
Não sei se terei outro na vida que não você, e talvez não queira ter
Você foi embora e parece que você nunca existiu, a não ser pela falta que me faz
O mundo se arranjou de uma forma que eu acreditasse que você fosse apenas um sonho bom
Aquele chato continua me levando flores e chocolates após os espetáculos, eu continuo me embebedando no bar do Cais, eu continuo tropeçando em cordas, eu continuo rodopiando...pra não ter que andar em frente, não quero seguir em frente sem você, isso significaria te deixar pra trás.
Talvez por isso eu insista em te escrever, faz com que eu me sinta mais perto, sem ao menos ter resposta.
Eu não escreveria pra um sonho, embora você tenha sido o mais perto disso que tive até hoje
Eu escrevo pra saber que você existe, e pra ter certeza que eu existo também, com um porém... eu existo por você.
Não adianta eu te pedir que volte, como disse já faz tempo, e não sei se essa tristeza vai passar, ela tem raízes profundas de saudade do que a gente não viveu, e suga um pouquinho da minha vitalidade dia após dia.
Não te quero de volta, mas te amo

Despedida

Não sou daqueles que desiste
E nem posso me dar ao luxo de tal
A vida passa rápido, e os dias demorados...meu pensamento sempre nela
Como pude?
deixá-la chorando e ir embora, não me despedir..
Como eu pude ser tão idiota? Deixa-la escapar como areia por entre meus dedos...

E o mar era alimentado pela tristeza salgada do marinheiro
O remorso tomava conta de seu peito como uma tempestade do céu
Antes limpido, azul e estrelado, agora negro e perigoso
Estava feito, ele se fora... e a deixou sem ao menos um Adeus pra se apegar
Ele mentiu, por medo de continuar e sofrer
Disse que não a queria mais, não a suportava...
Como era possivel?
Se era o sorriso dela que o fazia sorrir?
E o ultimo olhar daqueles olhos talvez seja a primeira coisa que ele gostaria de esquecer
Antes cheios de alvoroço e alegria, cheios de vida, agora estagnados...aguas negras mansas, sem brilho algum.

janeiro 30, 2010

Falou e Disse

Falou e disse,
Tudo que não podia
Tudo que queria

Disse que não falaria
mas Falou
e disse, o que bem entendia

Falou e disse,
Tudo que não deveria
e não contente, repetiu

Falou que não diria
Mas disse
e já cansado, desistiu.

janeiro 25, 2010

E talvez seja só medo.

Eu vejo, dia após dia
Mês após mês,
Ano após ano... pessoas arrependidas
E talvez seja só pelo medo de tentar

Eu vejo, dia após dia,
mês após mês,
Ano após ano... amores que não aconteceram
E talvez seja só o medo de se machucar

Eu vejo, dia após dia
mês após mês,
Ano após ano...amigos que não se falam mais
E talvez seja só o medo da primeira palavra.

Eu vejo, dia após dia
mês após mês,
Ano após ano...
E talvez seja só o medo.

janeiro 22, 2010

prazer em tê-lo como amor

Amo-te pelo simples prazer em tê-lo como amor

Amo-te pelo cheiro e pelo sorriso
Pela boca e pelas mãos

Amo-te pela paz que me trazes
E pela tormenta de quando não estás

Amo-te pelo toque da pele quente
E pelo suor frio

Amo-te pela ansiedade da chegada
e pelo gosto amargo do Adeus

Amo-te pela voz e pelo silêncio
pela brisa de um sopro

Amo-te pelos cabelos desarrumados
e pelos abraços apertados

Amo-te pela timidez
e pela falta de vergonha

Amo-te pelos beijos apaixonados
e também pelos desperados

Amo-te pelo simples fato de amar-te
Amo-te pelo simples prazer em tê-lo como amor.

janeiro 19, 2010

My little love

He's kind and gentle
He's nice and sweet
My little love
It grows every week

My little is big to me
He fills my heart
With happiness
And Peace

My Little love is you
Your Little love is me.

janeiro 17, 2010

Farmácia

-Oi moça!
-Oi garoto, posso te ajudar?
-Pode sim, tem remédio pro coração?
-Tenho sim, qual remédio seria?
-Não sei não moça...
-Qual o problema?Hipertensão, Angina,Isquemia,Trombose?
-Nenhuma dessas moça
-É pra você mesmo?
-É sim moça...precisava de alguma coisa que colasse ele.
- Colasse?
-Sim senhora, ele se fez em pedaços e não funciona mais...Você tem alguma coisa que arrume ele?
-Não tenho pequeno.
- Preciso muito colar os pedacinhos moça...
- É, eu também.

janeiro 14, 2010

Deus protege as crianças idiotas.
Uma pena eu não ser mais criança.

paciência

é uma dádiva
Eu concordo, mas não partilho.

Cirque.

levantou a tenda em minha cidade
e todo mundo indo embora
um leão banguela e uma mulher barbada
levantando a tenda em minha cidade

o circo não chegou, pelo contrário
ia indo embora
levantou a tenda em minha cidade
o circo do homem de cartola

e eu vou indo embora com ele
levantando a tenda
vou seguindo com o circo, afinal
palhaça eu já era
só me faltava o nariz vermelho,

se cercasse seria manicômio
mas era coberto com tenda,
então era circo
E a palhaça era eu, só faltava tornar isso público.

janeiro 12, 2010

Balanço Geral

Fiz um balanço geral
Anual
do que deveria Mudar

Cheguei a conclusão
que tudo que acontece é super natural
e mesmo com todo mal
até que me saí bem

Podia amar um pouco mais
Jogar um pouco menos
Me exercitar um pouco mais
Beber um pouco menos

Talvez um pouco mais de atenção com os amigos
Seria Bacana
Mais potássio...
Ser menos banana

Ser tia pela primeira vez vai ser inevitavel
Terminar meu livro
Provavelmente, improvavel!

quem sabe arrumar alguém que me ame enfim
e que eu ame também,
mais do que justo... o esperado:
Amar e ser amado.